Ao L!, Denilson relembra afeto de Henry com o Vasco: 'Cantava o hino no chuveiro'


Nesta quarta-feira, o programa "De casa com o Lance!" recebeu um jogador muito conhecido do público brasileiro e inglês: o volante Denílson, ex-Arsenal, São Paulo e Cruzeiro, que comentou fatos de sua carreira e histórias curiosas.

Uma destas histórias relembradas pelo atleta foi a da relação de Henry com o Vasco da Gama. Na época que atuava pelo clube londrino, Denilson revelou que o atacante francês cantava o hino do Vasco no chuveiro, história que resultou em um presente de diretores do clube carioca ao atleta. O brasileiro contou que ficou com medo de um possível problema, que não aconteceu.

- Dentro do Arsenal, um dia contei a situação que o Henry cantava o hino do Vasco no chuveiro. Acabei contando para o pessoal do Brasil e pensei que ele iria me dar uma "dura". Conversei com o Gilberto Silva sobre a situação e que os diretores estavam a caminho de Londres com a camisa (do Vasco) autografada pelo Romário. Gilberto conversou com o Henry e ficou tudo tranquilo, aí fiquei aliviado. Eu não sabia se podia falar alguma coisa lá de dentro ou não, se ele iria gostar ou não... - relembrou.

Henry pelo Arsenal

Henry pelo Arsenal. Atacante ganhou uma camisa do Vasco (Foto: EDDIE KEOGH)

O volante atuou na Inglaterra por sete anos com a camisa do Arsenal, de Londres, que possui uma comunidade brasileira grande. O jogador, que está sem clube, afirmou que nunca buscou saber qual clube brasileiro era o mais conhecido na terra da rainha, mas que sempre via torcedores com camisas de Cruzeiro e Atlético-MG.

- Nunca pesquisei (o time brasileiro mais conhecido na Inglaterra). Na área dos brasileiros tem muitos mineiros com as camisas do Cruzeiro e Atlético-MG - revelou.

O atleta de 32 anos também relembrou sua chegada ao clube londrino quando tinha somente 18 anos de idade. Ao ver grandes jogadores do futebol mundial, como o próprio Henry, foi uma grande experiência para o jogador.

- Os momentos marcantes foi mais dentro do trabalho. Muitas coisas não tinha aprendido no Brasil. Quando cheguei com 18 anos, parecia uma criança no meio daqueles caras gigantes. Ver o Henry treinar era demais. Ele era fora de série treinando e jogando. Admiro bastante a postura que ele tinha dentro e fora de campo. Tive grandes experiências. Sou fã também do Gilberto Silva, não apenas como jogador mas como pessoa também, me ajudou inúmeras vezes nesse período que ele esteve por lá - afirmou.

De todos os momentos que vivenciou no clube, Denilson afirmou que o fato de ser recebido por Henry, Gilberto Silva e Arsene Wenger foi o mais especial.

- Era um menino de 18 anos que jogava com aqueles caras no videogame. Quando vi o Henry de perto eu me tremi. Gilberto Silva e Wenger foram me receber. São momentos inesquecíveis. Essa imagem que tenho dos três me recebendo é o que vai ficar marcado para sempre - completou.

SOBRE O 'DE CASA COM O LANCE!'

O 'De casa com o LANCE!' é um programa apresentado exclusivamente no Instagram. No formato home office, nossa equipe irá receber convidados exclusivos de diferentes esferas, como atletas, profissionais e influenciadores digitais, além da participação dos leitores com perguntas ao vivo.

*Estagiário sob supervisão de Tadeu Rocha.

Fonte: Matheus Costa*

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *