Romeu Zema e presidente da FMF vão se reunir para definir volta das atividades do futebol em Minas


O futebol mineiro pode ter o seu dia de retorno definido esta semana. Nesta quinta-feira, 30 de abril, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema(Novo-MG) vai se reunir com o presidente da Federação Mineira de Futebol(FMF), Adriano Aro, para uma reunião sobre a definição de um data para a volta do futebol no estado com a abertura das atividades, paralisadas pela pandemia do coronavírus.

Zema e Aro estarão reunidos na Cidade Administrativa, sede do governo estadual, quando irão discutir as condições para que a bola volte a rolar. A intenção de Aro é poder concluir os campeonatos dos Módulos I e II, equivalentes a primeira e segunda divisão mineira.


O retorno do futebol em Minas vai observar as indicações dos protocolos criados pela Secretaria Estadual de Saúde para flexibilizar as atividades econômicas de Minas Gerais, incluindo os eventos esportivos.

A situação brasileira no combate à Covid-19 tem se mostrado preocupante, já que somente no Brasil já são quase 80 mil casos, com 5466 mortes. Em Minas, o quadro de contaminados pelo coronavírus tem 81 mortes, com 1758 casos registrados.

Esse cenário será levando em conta na conversa e somente com uma liberação das autoridades de saúde, que uma data de retorno do futebol deverá ser sacramentada. Os clubes foram liberados pela CBF para voltarem aos treinos, mas ainda não há certeza se todos irão confirmar a retomada dos trabalhos, fazendo outra pré-temporada em maio e os jogos acontecendo em junho, como imagina a federação. As partidas seriam com portões fechados.

O Campeonato Mineiro está paralisado desde o dia 16 de março, na nona rodada da fase de classificação da primeira divisão e na quinta rodada da segundona mineira.

Se houver a liberação, o próximo passo é verificar se haverá condições das equipes continuarem na competição, principalmente os times do interior, que podem nem ter atletas para colocar em campo devido ao fim dos contratos dos jogadores, que são firmados até o fim de abril, quando se encerram os estaduais.

Fonte: Valinor Conteúdo

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *