Três dias após a volta aos treinos, times turcos interrompem atividades


Mal retornaram aos treinamentos, o que ocorreu nesta segunda-feira, e os jogadores que atuam no Campeonato Turco voltarão a parar. Afinal, em razão do número de infectados pelo Covid-19 não ter diminuído, o governo turco estabeleceu um novo lock down (confinamento) da população a partir desta quinta-feira.

- O país já passou de 100 mil infectados e três mil mortes, já tem ocorrido lock downs nos fins de semana. Agora teremos este confinamento na quinta-feira. E aqui o pessoal cumpre, não fica ninguém na rua. O que podemos é ficar esperando que as coisas se resolvam o quanto antes - disse o zagueiro brasileiro Wallace (ex-Corinthians, Flamengo e Grêmio) em entrevista para a ESPN Brasil.

Wallace defende o Göztepe, atual oitavo colocado da Liga Turca. Ele lembrou que a volta aos treinos havia sido antecipada:

- Primeiramente o retorno ocorreria no dia 10 de maio, mas uma reunião entre os clubes na semana passada antecipou a volta para esta segunda-feira. Agora eles irão se reunir ainda nesta semana para definir uma nova data para a volta e possivelmente uma data para o retorno dos jogos. A previsão é de que eles voltariam em 12 de junho. Mas vamos ver, o que eu sei é que o presidente turco não está favorável a esta ideia.


Wallace aproveitou para comentar sobre como foram estes primeiros três dias de treinos após o primeiro isolamento ministrado na Turquia.

- Fomos divididos em grupo, um goleiro e quatro jogadores de linha, sempre que chegamos medimos a temperatura para saber se estamos ou não febris e todas as segundas-feira estão programados testes e semanalmente faz teste covid para saber se tem algum infectado ou não - disse o zagueiro brasileiro Wallace (ex-Corinthians e Flamengo) em entrevista para a ESPN Brasil.

Restam dez rodadas para o fim do Campeonato Turco e quatro equipes disputam o título: Trabzonspor (53 pontos), Istanbul (53), Galatasaray (50) e Sivasspor (49).



Fonte: LANCE

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *